Beata Bronislava.jpg

30 de Agosto

 

Beata Bronislava, Virgem da Nossa Ordem.

Memória - Branco

 

Bronislava, nobre descendência, da família dos Prandotos, prima de São Jacinto, e com dezesseis anos de idade entrou para o convento de Zuirzinic, das monjas Premonstratenses, na cidade de Cracóvia, Polônia. Apesar do convento ter sido construído pela sua família, por amor e paixão do Senhor, quis levar uma vida totalmente humildade e escondia. Quando a casa religiosa foi construída pelos Tártaros, ficou morando em uma cabana. Constantemente subia o moro de Sicorn, que hoje se chama Bronislava, para ficar sozinha e no recolhimento da oração. Faleceu no ano de 1257. Seu culto, fortalecido por muitos milagres, foi aprovado pelo Papa Gregório XVI.
         A pedido da Ordem Premonstratense, Gregório XVI concedeu, com o decreto de 31 de agosto de 1839, que Bronislava fosse publicamente venerada na diocese da Cracóvia. Pio IX, com o decreto de 7 de dezembro de 1859, estendeu o seu culto à diocese de Wroclaw (Breslavia), e Leão XIII a toda a Ordem Premonstratense.
         Sua vida espiritual era orientada pela devoção à Paixão de Nosso Senhor e de Sua Santa Cruz. Para poder meditar com maior fruto os mistérios da Paixão de Jesus, Bronislava se retirava em uma colina de Sikornik, não distante do mosteiro, que agora se chama Colina de Santa Bronislava, e onde em 1702 foi erigida uma capelinha em sua honra. Suas relíquias foram colocadas em um relicário precioso que é levado solenemente em procissão todos os anos no aniversário de sua morte. Ela é considerada padroeira de uma morte feliz e de prevenção de doença.

 

Oração do dia

 

Deus eterno e Todo-Poderoso, vós empregais as coisas fracas do mundo, para confundir tudo que é forte, dai-nos, vos suplicamos, pela intercessão da Bem-aventurada Bronislava, vossa virgem, que também nós, apesar de nossa fraqueza, possamos colaborar com o vosso Reino. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, na unidade do Espirito Santo. Amém.